Fernanda Leite Ribeiro, em seus muitos caminhos pela vida, estudou psicologia na UFRJ e frequentou por anos o Campus Praia Vermelha. Além dos estudos e da formação que veio buscar aqui também fez amigas e amigos. Fazer uma faculdade ainda jovem significa também conhecer a cidade de novos modos com as novas amigas e amigos. Muitos entre nós também usam a bicicleta como transporte no bairro e na cidade. Impressiona e machuca  que a matéria divulgada em um jornal repita a velha mensagem "morreu na contramão atrapalhando o tráfego". Transmitimos para a família e para os amigos nossos sentimentos de solidariedade e apoio neste momento de grande tristeza pela morte trágica de Fernanda. Em vez de mais uma morte a ser esquecida queremos que a vida seja valorizada e além das lembranças que deixa e das ações pelas quais construiu sua rede que possamos também refletir e transformar este tráfego assassino e estas histórias que facilitam estas mortes.

 

 

UFRJ Instituto de Psicologia
Desenvolvido por: TIC/UFRJ