O Intituto de Psicologia integra o CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS da UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO e é um estabelecimento destinado ao ensino da psicologia em nível superior e à pesquisa psicológica. Originou-se do antigo Laboratório de psicologia da Colônia de Psicopatas , no Engenho de Dentro, Rio de Janeiro, que ali funcionava desde de 1923.

Pelo Decreto nº21.173 de 19 de março de 1932, do Governo Provisório, esse Laboratório, até então ligado à Assistência a Psicopatas e sob a jurisdição do Ministério da Justiça, foi convertido em Instituto de Psicologia e em seu artigo 2º o colocasob a dependência imediata do Ministério da Educação e Saúde Pública (recém criado), enquanto não fosse instalada a Faculdade de Educação, Ciências e Letras. O Instituto de Psicologica tinha por objetivo coordenar estudos e pesquisas de psicologia geral e aplicada; servir como centro de aplicação das técnicas de diagnose psicológica, para os serviços de orientação e seleção profissionais; contribuir para os estudos de aplicação da psicologia à pedagogia, medicina , técnica judiciária e racionalização do trabalho industrial; e formar psicologistas profissionais , mediante cursos teóricos e práticos e com estágio obrigatório em seus laboratórios. Em seu artigo 3º o referido decreto instituía as seguintes secções:

 

  1. Psicologia Geral;
  2. Psicologia Diferencial e Orientação Profissional;
  3. Psicologia Aplicada à Educação;
  4. Psicologia Aplicada à Medicina;
  5. Psicologia Aplicada ao Direito.

 

Em 5 de julho de 1937, a Lei nº 452 que organizou a Universidade do Brasil tornou o Instituto de Psicologia parte integrante da mesma com a finalidade de cooperar nos trabalhos dos estabelecimentos de ensino previstos no parágrafo 2º do artigo 4º, a saber: Faculdade Nacional de Filosofia, Ciências e Letras, Faculdade Nacional de Educação e Faculdade Nacional de Política e Economia. Pelo Decreto-Lei nº 8.393, de 17 de dezembro de 1945, que concedeu autonomia administrativa, financeira, didática e disciplinar à Universidade do Brasil, o Instituto de Psicologia, além de manter a categoria de estabelecimento de ensino, passou a Instituto Científico e de Pesquisa. Pelo Decreto nº 21.321, de 18 de junho de 1946 que aprova o Estatuto da Universidade do Brasil, o Instituto de Psicologia passou à categoria de Instituto especializado incorporado a Universidade do Brasil, destinado a cooperar com as Escolas e Faculdades em seus fins de ensino e pesquisa e a desenvolver de acordo com as suas possibilidades, atividades de produção e pesquisa em benefício da coletividade e no interesse universitário. Assim permaneceu e funcionou, até o advento da Lei  nº 4.119/62 que regulamentou o ensino da Psicologia e criou a profissão de Psicólogo. Por força do Decreto-Lei nº 53, de 18 de novembro de 1966, do Decreto-Lei nº252, de 28 de fevereiro de 1967, a Universidade do Brasil passou a denominar-se  Universidade Federal do Rio de Janeiro, a Faculdade nacional de Filosofia, Ciências e Letras foi desmembrada em várias Escolas, Faculdades e Institutos, passando o Instituto de Psicologia à categoria de Unidade Universitária de Ensino e Pesquisa, dentro do Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Atualmente, o Instituto de Psicologia oferece, nos termos da Lei nº 4.119/62, os cursos de Bacharel em Psicologia e Formação de Psicólogos, cursos esses reconhecidos pelo parecer nº 4.021/71 do Conselho Federal de Educação, homologado pelo Ministro da Educação e Cultura e reconhecidos por Decretos nº 69.166/71 do Senhor Presidente da República, publicado no Diário Oficial de 9 de setembro de 1971.

 

O Instituto de Psicologia ministra, também cursos de Pós-Graduação, nos sentidos Lato e estrito. Curso de Mestrado em Psicologia com duas áreas de Concentração a saber: Psicologia Social e Psicologia da Personalidade. Curso de Doutorado em Psicologia com três àreas de concentração: Psicologia Cognitiva, Psicologia Social e Psicologia da Personalidade. O Instituto de Psicologia mantém ainda curso de Especialização em Psicologia Clínica e outros cursos de aperfeiçoamento e extensão universitária. O Instituto de Psicologia, publica o Boletim de Psicologia, revista de estudos psicológicos que é o órgão de divulgação dos trabalhos, pesquisas e resoluções do Instituto e cujos primeiros números foram publicados  e encardenados sob a forma do anuário de 1951 e a aprtir de janeiro de 1952 o Boletim de Psicologia passou a ser impresso nas oficinas gráficas da Universidade do Brasil. O Instituto dispõe de uma Divisão de Psicologia Aplicada, onde os alunos do Curso de Psicologia fazem sua formação profissional através de estágios supervisionados e é atendida a comunidade universitária bem como a comunidade em geral.

 

No dia 4 de outubro de 1982, comemorando o cinquentenário da fundação do Instituto de Psicologia desde a sua fundação.

 

Nota: O presente histórico foi elaborado a partir de dados colhidos em pesquisa de documentos oficiais no Arquivo Nacional, Imprensa Nacional, Biblioteca Nacional etc. por uma Comissão indicada pela Congregação do Instituto de Psicologia sob a presidência do Professor Elso Arruda.

UFRJ Instituto de Psicologia
Desenvolvido por: TIC/UFRJ